Publicidade

Como criar porcos: vale a pena investir nessa atividade?

Baixo investimento inicial e boas oportunidades de mercado atraem produtores para criação de porcos

LEIA TAMBÉM:

Publicidade

Para quem busca diversificar a renda agrícola ou iniciar um novo negócio no segmento agrícola, a suinocultura pode ser uma aposta segura. Isso porque essa proteína tem ganhado espaço no mercado apesar da instabilidade causada pela pandemia global do novo coronavírus.

Publicidade

Por ser uma carne mais barata, torna-se uma alternativa para os consumidores do mercado interno e externo.

As exportações brasileiras de carne suína tiveram resultados positivos no ano passado, principalmente devido ao aumento da demanda dos países importadores e à diminuição da oferta no mercado asiático, causada principalmente pela peste suína africana, que atingiu duramente a China.

Publicidade

Além dos aspectos relacionados às oportunidades de mercado e exportação, a suinocultura também é uma ótima opção para os pequenos produtores.

O investimento inicial nesta atividade é pequeno, o produtor consegue atingir um alto padrão de qualidade da carne e, no caso da criação caipira, a presença de animais ajuda a enriquecer o solo.

Criação de porco realmente dá dinheiro?

Como criar porcos: dicas fundamentais para começar 

Publicidade

Confira a seguir alguns dos pontos essenciais para elaborar um projeto de criação de porcos eficiente e lucrativo.

Escolha e estruture o local da criação de acordo com seus objetivos comerciais

A raça e a quantidade de animais a serem adquiridos para a criação dependerá do espaço disponível na fazenda e do orçamento que o produtor estará disposto a investir no negócio. Apesar de ser um animal rústico e bem adaptável, os porcos demandam condições ideais para desenvolvimento, engorda saudável e sanidade.

Publicidade

Independentemente do tamanho da estrutura e do porte da criação, é importante que o local permita o controle de fatores climáticos e da higienização do ambiente. Os suínos não gostam de temperatura e umidade do ar elevadas, além disso, essas condições podem ser favoráveis para patógenos.

Para proporcionar um maior conforto térmico e evitar esses problemas, em regiões muito quentes é importante investir em equipamentos de ventilação. Já nas regiões frias, a orientação é de que o produtor estruture o local de criação de porcos com cortinas e(ou) outros bloqueios térmicos.

Além de manter o ambiente arejado, é necessário evitar que os animais fiquem expostos à insolação, reservando um local livre na fazenda para que eles possam tomar sol e pastar uma vez ao dia. 

Em relação ao piso, é fundamental que ele seja fácil de lavar e higienizar, tendo uma textura que evite que os animais escorreguem ou machuquem os cascos. A higienização deve ser feita diariamente, com água corrente e produtos específicos.

Planeje e controle a alimentação de maneira estratégica

Os custos com a alimentação dos porcos representam a maior parte dos custos totais de produção para os produtores rurais. De acordo com estimativas de mercado, a alimentação pode representar cerca de 80% de todos os gastos na criação animal.

Por isso, para garantir um negócio realmente lucrativo e vantajoso, é necessário que os cálculos sejam feitos considerando a fase de vida dos animais e os recursos disponíveis na fazenda.

Publicidade

Uma alternativa para reduzir esses gastos e aumentar a margem de lucro na venda dos animais ou da carne suína é cultivar os ingredientes no próprio local, como o milho.

O aumento no preço do farelo de soja e de milho podem ser pontos negativos para a rentabilidade da criação de porcos. Sendo assim, é importante que o produtor busque alternativas para esses ingredientes, como a proteína hidrolisada de frango e outros subprodutos de agroindústrias.

A ração deve ser racionalizada e distribuída de acordo com a idade, fase de produção e objetivo comercial de cada animal do plantel. Ter o controle da quantidade de ração consumida é muito importante para calcular os custos, bem como estabelecer uma gestão e uma contabilidade correta e estratégica.

Fonte: Compre Rural, Casa e Construção. 

5/5 - (1 vote)
Publicidade

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo