Publicidade

Guia Passo a Passo para Obter um Financiamento Imobiliário

No Brasil, muitas pessoas compartilham o sonho da casa própria, mas os elevados preços dos imóveis frequentemente tornam essa aspiração desafiadora para a maioria da população. Diante dessa realidade, o financiamento imobiliário tornou-se uma opção popular. Bancos, privados ou públicos oferecem a possibilidade de financiamento para parte ou totalidade do valor do imóvel, permitindo que as pessoas paguem a quantia devida ao longo de meses e anos.

Financiamento Imobiliário
Publicidade

Leia mais: Crédito Rural Sicoob: Fortaleça o Campo com Financiamentos Confiáveis

Publicidade

Existem várias formas de financiamento imobiliário, direcionados aos mais diversos perfis de cliente, inclusive considerando o padrão socioeconômico. Para desmistificar esse assunto, tire a seguir as suas dúvidas sobre como financiar seu imóvel. Confira!

Passo 1: entenda o que é financiamento imobiliário

O financiamento imobiliário é uma forma de pagamento que facilita a compra de um imóvel desejado pelo cliente. Cada instituição financeira tem seus tipos de serviços voltados para o atendimento a esse propósito.

Publicidade

Uma das instituições mais procuradas é a Caixa Econômica Federal, pois suas modalidades de financiamento conseguem suprir as expectativas de grande parcela da população brasileira e podem ser destinados a construir, reformar, finalizar ou comprar seu imóvel novo ou usado. Além disso, para ter uma ideia de quanto terá que despender para adquirir um imóvel, o interessado não precisa nem ir até a agência. Basta entrar no site da CEF e fazer uma simulação.

Em princípio, os bancos têm algumas exigências para que o cliente possa efetivar o financiamento:

  • Comprovação de capacidade de pagamento (renda superior ao valor da parcela estipulada no financiamento – o percentual é determinado pela instituição);
  • Ser maior de idade e brasileiro nato ou naturalizado;
  • O imóvel pretendido deve estar localizado no município onde o cliente atestar residência durante mais de um ano.

Tipos de financiamento

Publicidade

Atualmente, no Brasil, são dois os tipos mais comuns de financiamento.

  • No Sistema Price, as parcelas são fixas, e a maior parte da primeira prestação é formada por juros
  • SAC – Sistema de Amortização Constante: o valor das parcelas diminui gradativamente ao longo do tempo.

Na prática, a principal diferença é que as primeiras parcelas do Price são mais baixas em relação às do SAC. Entretanto, se considerarmos que as parcelas pelo SAC vão diminuindo, em determinado momento a parcela dessa modalidade fica menor. E no saldo final, o financiamento global sai mais barato no SAC.

Passo 2: veja como está o seu CPF

Os bancos e empresas têm um programa do Serasa Experian pelo qual é possível pesquisar o CPF de qualquer pessoa com o objetivo de saber se ela é uma boa pagadora ou não. É o conhecido Cadastro Positivo. Por isso, para aumentar sua chance em conseguir um financiamento imobiliário é recomendável pagar as contas em dia, uma vez que terá uma boa imagem diante das instituições financeiras. Existe um jeito bem fácil de fazer esse acompanhamento. Você pode fazer o cadastro no site Serasa Consumidor.

Outra boa estratégia é abrir uma conta no banco do qual deseja contrair o empréstimo e movimentá-la com responsabilidade. Isso também ajudará na aprovação do seu crédito, pois o gerente do banco verá que você é um bom cliente.

Passo 3: escolha o imóvel de sua preferência

Antes de procurar o banco, é recomendável analisar os imóveis que já estão à venda no mercado. Mas além de pesquisar o valor da casa ou apartamento, é preciso tomar outros cuidados.

No caso do imóvel usado, por exemplo, vale a pena verificar se os impostos e a documentação estão em dia ou se não faz parte de algum inventário de herança.

Leia mais: Cultivar prosperidade com crédito agrícola do Banco do Brasil

Passo 4: procure o banco e formalize o pedido

Por fim, após reunir os documentos necessários, procure um banco e demonstre seu interesse em contratar o empréstimo. Você precisará apresentar uma documentação específica: RG, CPF, comprovante de residência e de renda mensal atualizado.

Além disso, o proprietário do imóvel em questão precisará apresentar a Certidão de Inteiro Teor do imóvel conforme registrado em cartório.

Os representantes da instituição financeira estudarão todas essas informações e documentos. Quando o cadastro do financiamento imobiliário for aprovado, o banco entrará em contato com o cliente para que possa prosseguir com o processo de aquisição da sua casa ou apartamento.

E aí? Gostou do nosso guia para conseguir o financiamento imobiliário? Então, compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

5/5 - (1 vote)
Publicidade

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo