Publicidade

Abraço na natureza: As plantas sentem seu toque, mas elas apreciam?

Um estudo revelou que as plantas emitem sons, imperceptíveis aos ouvidos humanos, de acordo com estímulos externos – a revelação de que as plantas “conversam” surpreendeu muita gente. Agora os cientistas conseguiram provar que as plantas também sentem e respondem ao toque. Por não possuírem sistema nervoso, a melhor palavra para descrever esse fenômeno é que as plantas registram o início e o fim de cada toque com ondas lentas de sinais de cálcio.

LEIA TAMBÉM:

Publicidade

Isto é demonstrado por um estudo realizado na Washington State University. Para esta pesquisa, os cientistas usaram 84 experimentos de doze representantes de espécies de tabaco e agrião, que foram especialmente criados com sensores de cálcio.

Publicidade

Pesquisas anteriores mostraram que quando uma “praga” como uma lagarta morde a folha de uma planta, ela pode desencadear respostas defensivas, como a liberação de substâncias químicas que tornam as folhas menos palatáveis ​​ou até tóxicas. Um estudo anterior também revelou que escovar as plantas desencadeia ondas de cálcio que ativam vários genes.

Agora, usando um pedaço de vidro com a largura de um fio de cabelo humano, os pesquisadores examinaram delicadamente células individuais das folhas sob um microscópio para ver como elas respondiam ao toque.

Publicidade

Você pode ver a reação dos sinais de cálcio sob um microscópio nesta animação da web na página de imprensa da WSU.

“É surpreendente como as células vegetais são sensíveis e conseguem detectar quando algo as toca. Eles sentem pressão e, quando liberam, sentem uma queda na pressão”, disse Michael Knoblauch, professor de ciências biológicas da WSU e principal autor do estudo publicado na revista Nature Plants.

Publicidade

“É surpreendente que as plantas consigam fazer isso de uma forma muito diferente dos animais, sem células nervosas, mas em um nível muito bom”, ressalta Michael. Segundo o estudo, o tempo para as ondas chegarem e começarem a sinalizar um toque foi de apenas 30 segundos, muito rápido para o tempo das árvores.

DEIXE SUA AVALIÇÃO post
Publicidade

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo